Artigos

Cirurgia Vascular do Novo Milênio

18/02/2013, por Dr. Odair Marcos Branco

A Angiologia e cirurgia vascular periférica é a especialidade médica que cuida da circulação, excluindo em termos de âmbito de atuação o coração, que fica sob os cuidados da cirurgia cardíaca e cardiologia, e o cérebro, de responsabilidade do neurocirurgião e neurologia. A nossa circulação é realizada pelos vasos sanguíneos e pelos linfáticos, que apresentam funções diferentes. Basicamente, existem dois tipos de vasos sanguíneos: as artérias, que levam o sangue do coração para as extremidades, e as veias, que têm a função de trazer de volta o sangue ao coração.
Esta especialidade sofreu transformações radicais nos últimos 10 anos e podemos dizer que estamos realmente adentrando num novo milênio com expressivas mudanças tecnológicas que certamente já estão começando a ser mais conhecidas devido à explosão dos meios de comunicação e divulgação, principalmente, também, devido ao surgimento da Internet. Coincidentemente, a eclosão de tudo isso começa a ocorrer exatamente no início deste novo milênio. Surgiram tantas atividades, procedimentos, tratamentos e novos aparelhos que é impossível para um profissional apenas conseguir executar e conhecer profundamente toda a especialidade. De tal forma que existem agora os subespecialistas e equipes multidisciplinares.
Por exemplo, alguns vasculares realizam apenas exames para diagnósticos com aparelhos ultrasofisticados como o eco-doppler colorido ou color duplex scan. São de última geração com sensibilidade e especificidade que se aproximam de 100% e que estão chegando ao ponto de dispensar exames invasivos por cateterismos (angiografias) para se elucidarem os diagnósticos. E não é só isso, tornando-se armamentário fundamental para vários tratamentos. Outros vasculares só tratam de doenças venosas, realizam cirurgias estéticas de varizes ("micro" cirurgias), tratamentos para eliminar "vasinhos" anti-estéticos das pernas femininas, aplicações múltiplas (escleroterapia) sob anestesia combinadas com cirurgia de varizes e, mais recentemente, cirurgia de varizes a laser, radiofrequência e "espuma".Outro grande avanço foi no tratamento da hiperidrose (suor profuso exagerado nas mãos), que agora pode ser corrigido por vídeocirurgia torácica (simpatectomiacervicotorácica por vídeotoracoscopia).
No entanto o maior de todos os avanços, situação inimaginável há anos atrás, foram os procedimentos terapêuticos por cateterismos (endovasculares). Através de cateterismos, hoje em dia pode se realizar procedimentos considerados minimamente invasivos: as angioplastias com ou sem a colocação de dispositivos de suporte chamados stents para correção de estreitamentos (estenoses) críticos em artérias nobres, assim como implante das endopróteses para exclusão de aneurismas, tratamentos de fistulas artério-venosas, lesões de artérias por traumas perfurativos etc. Até então, a correção dos aneurismas de aorta era feita por meio de cirurgias de grande porte, com politransfusões de sangue, tempo prolongado em UTI e de internação, trazendo alto índice de morbidade e mortalidade.
Em parceria com os Hospital Santa Casa de Mauá, nossa equipe multidisciplinar se encontra plenamente capacitada e realizando todos estes procedimentos endovasculares, assim como os demais anteriormente descritos, da forma mais atualizada possível. Mais do que um novo conceito, diriamos uma nova filosofia que vai de encontro com o que se julgaria de o ideal na Medicina de hoje, que é trazer sempre ao doente o tratamento que possa lhe oferecer os menores riscos com os maiores benefícios possíveis.

Artigos

18

02/2013

Cirurgia Vascular do Novo Milênio

18

02/2013

Duplex Scan ou Eco-Doppler Colorido